PEDRO MENDES

Pedro Mendes é fotógrafo autodidata. Interessado em poesia, arte e comportamento humano, viu na fotografia uma oportunidade de expressar seu olhar publicamente. Tem como tema predileto o ser humano e desenvolve seu trabalho autoral retratando o cotidiano das pessoas, abordando em seus projetos questões sociais contemporâneas.

Na FLAC Pedro Mendes apresenta fotografias, com tiragens de poucos exemplares, de ensaios e projetos variados, como Inocência Efêmera, Tragicomédia Cotidiana, Entre Tons e Contrastes Fluviais, Afluente Ambar e Azul-imensidão. Em comum, essas séries possuem o ser humano como tema principal, retratando o cotidiano, questões sociais, culturais e econômicas.

Exposições recentes: Morar Mais (Belo Horizonte, MG, 2017); Tragicomédia Cotidiana (TJDF, Brasília, 2017); 4º Festival Curitibano de Circo (Memorial de Curitiba, Curitiba,PR,  2017); Vida Severina, XI Salão Nacional Victor Meirelles (Florianópolis, SC, 2017) e diversas exposições coletivas. Foi finalista para a bolsa da Agência Magnum Photos em 2017 e teve diversas fotografias premiadas internacionalmente.