FERNANDO POLETTI

Fernando Poletti é escultor, ceramista e ilustrador, nascido em Buenos Aires, Argentina. Se formou como Técnico Superior Ceramista no Instituto Municipal de Cerámica de Avellaneda;  realizou trabalhos de restauração nos porões da Casa Rosada; atuou como escultor em dois grandes ateliers, Estúdio Pugliese e Atelier Arte Villalba, onde realizou monumentos, bustos e réplicas. Em 2014, Fernando chega ao Brasil, onde ministra oficinas e workshops de escultura e cerâmica em Florianópolis, Curitiba, Ubatuba, Angra dos Reis e produz um monumento em bronze, em tamanho natural, para a cidade de Vitória. Firmou residência em Belo Horizonte há três anos. Atualmente, ministra aulas no Atelier Zema e no CENTRAL atelier de esculturas e interações urbanas, no Almeida – Centro de Inspiração. Desde a chegada a Belo Horizonte, realizou uma série de estudos do corpo feminino, dando continuidade ao trabalho que já vinha buscando.

Na FLAC Fernando Poletti apresenta obras que têm como eixo central o corpo e a expressividade da figura humana, em particular da mulher. A temática é recorrente na busca artística do escultor, especialmente após experienciar uma intensa viagem, de dois anos, por vários países da América Latina, onde observou singularidades/diversidades do povo latino, suas formas de viver, de se reinventar e re-existir no mundo. As esculturas foram realizadas por meio de técnicas de escultura cerâmica de baixa e de alta temperatura, sendo as últimas queimadas em um forno noborigama à lenha que gerou um efeito vitrificado, fornecendo às peças aspecto de dureza, resistência mecânica e similaridade da superfície com metal fundido.

Exposições recentes: 2017 – Almeida Centro de Inspiração, Belo Horizonte; Residência artística Projeto Atelier no Prédio – Almeida Centro de Inspiração/JA.CA, Belo Horizonte; 2016 – Individual de ilustrações e aquarelas. Pré-estreia do documentário Sertão Como se Fala. Espaço CentoeQuatro, Belo Horizonte, MG; Coletiva ¨Fartura¨, Galpão Paraíso, Belo Horizonte, MG; Coletiva Abertura forno noborigama. Atelier Erli Fantini, Belo Horizonte, MG.